quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

E vamos levando a vida...

Salut pessoas

Sim, estamos sumidos, mas é que a espera de 14 meses pelo visto e ainda sem uma previsão real do consulado tem me desanimado um pouco de escrever aqui. O que me anima é pensar que está mais perto do que longe e que em breve teremos novidade, mesmo completando 15, 16 meses.

Mas enfim, enquanto estamos aqui temos que aproveitar de alguma maneira positiva esse tempo de espera e é o que estamos fazendo. Além do trabalho voluntário, que comentei nesse post, no dia 09 de Janeiro começamos também a nossa Francisação, que é o curso de francês oferecido gratuitamente pelo governo para os recém chegados. Como ainda não somos residentes permanentes, temos direito apenas a fazer o curso em tempo parcial, que vai das 9:00hrs até o meio dia. Já as pessoas que já possuem toda a documentação de residente, também é possível  fazer o curso em período integral e ainda receber uma ajuda de custo do governo enquanto estuda. Mas só de estarmos estudando de graça já é uma ótima vantagem para nós aqui!

Apesar da francisação ser um curso oferecido gratuitamente pelo governo, a qualidade é muito boa e ainda digo que é bem melhor do que alguns cursos particulares que já fizemos. Ela é oferecida em vários lugares, mas por diversos motivos, optamos por nos inscrever no curso da UQAM - Université du Quebec a Montreal.

A lista para todos os lugares da província de Quebec onde é possível fazer a francisação em tempo parcial está disponível aqui!

Como disse, estamos gostando muito da  UQAM e o curso tem nos ajudado muito a entender o francês quebecois mais popular, e não aquele francês  "limpo" que ouvimos no jornal ou no rádio. O foco do curso é a comunicação oral, com muitos debates, discussões e exercícios de compreensão com áudio. Aprendemos também muitas expressões usadas no dia a dia e o curso não se resume apenas ao período passado na sala de aula. Temos atividades para fazer em casa com o auxilio de filmes ou programas de TV, preparar apresentações, etc. Ou seja, o curso também exige dedicação do aluno.

Diferente de outras escolas que oferecem o curso de francisação, o da  UQAM  tem uma particularidade: é preciso fazer um teste de admissão e tem uma nota minima a ser atingida, que corresponde a um nível intermediário-avançado. Tanto é que quando fizemos a prova ficamos bem na dúvida se seriamos aceitos ou não e até tentamos nos inscrever em outra escola, mas felizmente a pessoa responsável pelas inscrições nessa outra escola que fomos, era a mesma representante do MICC que fez as inscrições na  UQAM e nos confirmou que fomos aceitos.

Outra coisa que achamos interessante é a grande variedade de culturas que tem no curso. Na minha turma, somos apenas eu e Thaissa de brasileiras, já que Fabiano está em outra turma e o Renato, marido da Thaissa está estudando a noite! Além de nós do Brasil, também tem pessoas do México, Russia, Japão, Egito, Líbia, Ucrânia, Cuba e outros países que agora não lembro. Sem contar um cara da Argélia (país que tem o árabe como primeira língua e o francês como segunda, devido à colonização da França no passado) que ainda não descobri o que ele faz ali pois só critica o francês de todo mundo, inclusive do professor!

E por falar em professor, esse é um caso à parte. Típico quebecois com aquele sotaque do interior do interior do Quebec. A primeira aula com ele foi difícil entender, mas agora já estamos mais habituados. Desde o primeiro dia chegamos a conclusão de que os Têtes à claques foram inspirados nele! Nosso professor fala igualzinho esse daqui:


Quem consegue entender isso perfeitamente pode dizer que tem um francês avançadíssimo, pois mesmo estando todos os dias com o professor que fala assim, e começando a entender o professor, ainda temos dificuldades com esses videos do tabarnak.

E por enquanto é isso que estamos fazendo. Estudando e tentando levar a vida  na maior normalidade possível, por que percebi que não dá mais para se estressar com o consulado. Pode ser algo já batido dizer isso, mas o melhor que podemos fazer agora é tentar aproveitar ao máximo essa espera se dedicando ao francês! Não tem outro jeito.

A bientôt! 

11 comentários:

Apoema disse...

Isso me dá uma desanimada:( 14 meses e ainda nada pra vcs!!!! Estamos chegando aos 13 e somente recebemos um e-mail, há uns dias atrás, de que estão analisando nosso processo. Super desconsideração essa falta de notícias e de prazos mais certos.
Boa sorte!

Sheila disse...

Adorei o vídeo.... esse é mais difícil de entender que o primeiro! MAs um dia eu chego lá! =]
E tem que fazer festa pra comemorar a chegada dessa tão esperada resposta! Ficamos na torcida!

Rê e Thatá disse...

aahhhh, pelo menos algo se mexeu nesse ecas... Deus queira, por favor, que seja uma boa noticia. Pelo amoooooorrr... estou rezando pelo Santo do Visto, já vou começar a fazer promessa!!!! Help us!

Tatiana disse...

haha eu adoro o tete a claques! morro de rir!!! Esse do inverno é hilário!!! rs Eu nunca aprendi - bom s[o o nível 1 da aliança - o frances da frança, pois aprendi meu frances em Montreal então para mim o sotaque quebecois é natural é mais confortável. Adoro o jeito bem nasal que eles falam aí rs há certas expressoes que eu n conheço neste vídeo mas grande parte eu entendo porém meu frances nao é avançadissimo hua rs
Boa sorte !!! Espero que o seu pedido de exames chegue logo!!!
Bjs
TAtiana

voilapourquoi disse...

Oi Juliana,

Paciência é o único remédio. Espero realmente que o consulado agilize as coisas para vocês!

Chegamos em Montreal faz 3 dias e, no dia seguinte, meu status no e-cas mudou para "a decision has been made" e que um oficial iria entrar em contato comigo para me dizer qual é essa decisão. Ou seja, não confie no e-cas, que ele está meses atrasado...

Estamos correndo atrás da francisation agora, a próxima sessão começa no dia 7 de março. Dei uma olhada no sita da UQAM e achei esse curso de francês: http://www.micc.uqam.ca/ Por acaso é esse que você está fazendo?

Merci!

Julia.
http://voilapourquoi.wordpress.com/

Vivi e André disse...

Olá, Juliana!

O jeito é cada um achar um modo de viver a vida, seja esperando no BR ou no CA.

bóra viver, gente!!!!

salut,

Viviane

Juliana disse...

Julia
'E esse curso sim!!! Estamos gostando mto dele!!!
Bjs

Aline disse...

Oi, Juliana. começamos a postar lá no blog. espero que possamos ser úteis pra vocês, assim como vocês são para gente.

beijos

Adu disse...

Ju,
Voce viu que tem uma galera da comunidade do orut querendo marcar uma reunião com o consul sobre a demora do consulado?? achei uma boa ideia e tambem entrar em contato com o reporter da materia que saiu aqui em Brasilia sobre a imigração dizendo que o processo federal durava 10 meses..enfim vamos aguardar para ver..

Camila disse...

Oi Ju,
Também estamos no mesmo barco...mandamos em Dez/2010 e semana que vem completamos 14 meses...um pouquinho a menos que vcs.
Vamos torcer pra chegar logo!!
Bjos e boa sorte pra nos.
Camila

Vivi disse...

Juliana
vc pode explicar como funciona a inscricao da Francisation?
Estou indo e junho e quero comecar logo... ainda estou aguardando o federal e ja vou me adiantar como vcs!!!