sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Avaliação comparativa de estudos – Parte 1

Salut Pessoas!

Primeiro post de 2011 e feliz ano novo pra todo mundo! Esperamos que neste ano nossos amigos que ainda vão enviar o dossiê recebam seus CSQs e que nós todos que estamos nesta espera chata e angustiante sejamos recompensados pela emissão dos nossos vistos o quanto antes! Mas enfim, por enquanto a realidade é de espera mesmo!

Enquanto esperamos o prazo super longo qse infinito do federal, vamos tentar adiantar algumas coisa aqui do Brasil, para quem sabe nos manter ocupados e ajudar o tempo a passar mais rápido, e assim chegarmos no Quebec com pelo menos algumas coisas mais ou menos resolvidas.

Uma das coisas que o Sr. LeBlanc me recomendou a fazer, logo no final da nossa entrevista, foi a tal da avaliação comparativa de estudos, ou Évaluation comparative des études effectuées hors du Québec, ainda estando aqui no Brasil. Esta avaliação era algo que eu já pretendia fazer em breve pois não quero ser bancária pro resto da vida e pretendo voltar para a sala de aula e ter uma outra formação, que me agrade mais do que adm ou finanças.

Já que vamos colocar a mão na massa, resolvemos fazer tanto a minha, quanto a do Fabiano, pois segundo o Sr. LeBlanc e também o site do Immigration Quebec, esta avaliação também pode ser solicitada pelas  empresas lá do Quebec para comprovar a sua formação. E, como tudo que diz respeito ao processo de imigração e Canadá e etc, o tempo de processamento dos pedidos está demorando entre 3 a 4 meses no mínimo devido ao acumulo de pedidos. Já conheço essa historia, parecida com a do federal, não é!?

Enfim, mas antes de iniciar o processo da avaliação comparativa temos primeiro que solicitar a tradução dos nossos diplomas, certidão de nascimento e certidão de casamento por um tradutor membro da tal da OTTIAQ, que é a ordem dos tradutores do Quebec.

Pesquisando em blogs e fóruns por ai, chegamos a um tradutor chamado Fabrice Bouchard, membro da Ottiaq, que aparentemente é bem recomendado, tem um preço bom e já está acostumado a trabalhar com clientes que ainda não estão no Canadá. Enviei um email e pedi um orçamento mas hoje chegou uma resposta de que ele está de férias e só volta na semana que vem, então vamos esperar até a próxima semana para ter uma resposta.

Como teremos que mandar os documentos originais lá para o Immigration Quebec em Montreal optamos por fazer o seguinte: Enviamos por email todos os documentos scaneados que serão traduzidos e estamos aguardando um orçamento. Se o orçamento estiver ok, autorizaremos o serviço e ele nos enviará as traduções originais aqui para o Brasil. Assim que recebermos os originais da tradução, juntaremos com as cópias em português e o form de requisição do IQ e enviaremos tudo de volta pra Montreal.

Como dá pra perceber, o processo é trabalhoso e demorado, por isso vamos tentar adiantar por aqui e chegar lá com pelo menos essa burocra já finalizada e com um passo a mais dado rumo a minha nova formação. E como tenho 26 anos e as vezes me sinto um pouco “velha” demais pra voltar pra escola, pretendo adiantar o máximo possível para começar meu curso lá o quanto antes. Inclusive, depois coloco um post sobre os Cegeps, Universités, o curso que vou fazer que ainda não decidi e etc.

Enfim, conforme o processo for andando a gente vai dando noticias, e caso alguém já tenha feito este serviço de tradução, queremos referencias dos tradutores para também fazermos cotações e comparar preços, prazos e etc.

À bientôt.

2 comentários:

Nossa Terra Prometida disse...

Ótimo post. Também quero começar a avaliação por aqui, para facilitar as coisas por lá. Apesar da minha profissão ser regida por uma ordem e eu também pensar em uma nova carreira, de qualquer forma precisarei do documento! Por favor, coloque mais informções quando tiver!!
Gostei muito do blog!
Abçs

Nossa Terra Prometida disse...

Oi!Nosso e-mail é: rafaelarissa07@gmail.com
Estamos seguindo o blog de vcs.
Olha a FEL é muito boa, é puxada mas bem tranquila. Com uma boa organização do tempo, dá para seguir. Eu trabalho o dia todo e separo umas duas noites por semana para estudar a FEL. A minha tutrice me passou um calendário que me ajudou muito...Até agora tá tudo bem!!!
Sobre a avaliação, entrei em contato com uma outra tradutora, a Syvie. Vou escanear os documentos para aguardar o orçamento tbm. Peguei informações bem legais no blog: http://notreplaceausoleil.blogspot.com/
Ela explica tudinho lá! Vale a pena dar uma lida.
Vamos nos falando!!!
Abçs!