quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Primeiro sufoco!

Salut meu povo!

Enquanto a Ju cozinha eu escrevo...

Hoje foi o dia de devolvermos o carro para a locadora. Depois de uma semana e mais de 1000 Kms rodados chegou a hora de encarar a dura realidade de quem chega aqui e tem que contar com o transporte publico. Bom, nada a reclamar já que isso também faz parte do supernova rs..

Pra começar, pegamos um trânsito daqueles que lembra os de São Paulo, digo "lembra" porque mesmo no transito intenso daqui você consegue andar, já no de São Paulo trava mesmo, e quem é de lá sabe do estou dizendo!

Dai, entregamos o carro e depois da entrega tínhamos que voltar para casa né?! E não tínhamos a menor ideia do que fazer. Então descobrimos que do aeroporto mesmo parte um ônibus (Express Bus) que custa 8$ e para em 10 pontos sendo que no primeiro e no ultimo são estações do metro. É também uma boa opção para quem vem com pouquíssima bagagem, caso nao tenha alguém para pega-lo no aeroporto ou não queira alugar um carro como fizemos.

Optamos por descer no ultimo ponto (estação Berri-UQAM) para passear mesmo, e assim que entramos no metro tivemos a ideia de comprar o OPUS que é um cartão que você faz uma recarga mensal e te dá o direito de usar o transporte de Montreal, Laval e Longueil (dependendo do valor que você paga) dentro deste periodo.
Fomos para a fila do guichê de venda, que é o guichê que fica junto à catraca para entrada na estação, e quando chegou a nossa vez começou o sufoco.

Sabíamos, através de informações que pegamos na estacão, que deveríamos solicitar o cartão OPUS nesse guichê, e então chegamos logo pedindo 2 cartões, mas o problema é que o senhor que estava do outro lado do vidro começou a falar um monte de coisa em francês, super rápido, com dois recém-chegados, com aquele sistema de auto-falante redondo no vidro, igual o do cinema, e ainda por cima FALHANDO ao ponto de cada dez palavras dele saia 2 no alto falante e o resto era som ZERO! Mas nem se fosse em português a gente ia entender... Resultado?? A fila já estava fazendo curva e as pessoas com o pescoço esticado tentando ver e entender o que estava acontecendo. Depois de tanta mimicas e leituras labiais simplesmente jogamos a grana na mão dele e ele logo nos deu os cartões carregados para o mês todo e nos devolveu o troco.

Legal disso tudo é que nem ele e nem o pessoal da fila nos xingou...rs

e a vida segue....

5 comentários:

Nossa Terra Prometida disse...

Nossa! Passamos pela mesma coisa (na mesma estacao inclusive!) quando fomos ano passado... No nosso caso, compramos o semanal, porque chegamos na ultima semana de um mes e ficamos ate o final do outro. Mas e assim que a gnt aprende!!!!

Marché aux puces disse...

O trânsito pode até lembrar um pouco, vagamente mas, tenho certeza que as pessoas não fecham o cruzamento, não xingam os outros, não buzinam ( como aqui no Rio).
O Transporte público soube que é super tranquilo tb, Meu primo fassou um mês estudadno em Vancouver e disse que os ônibus e metros saiam no horário certinho que anunciavam.
Sem comparação com o Brasil.
Cada hora que passa fico com mais vontade de ir logo pro Canadá.

Moi et mes rêveries disse...

Oi Fabiano e Juliana, td bem?
Ocasiões como essa ainda acontecerão muitas. Mas é normal, tds passam por isso. Aos poucos vcs vão pegando o jeito da coisa e em pouco tempo vcs já tão fazendo tudo no automático como faziam por aqui.
Não sei se vcs sabem, mas vcs podem recarregar o opus tb na pharmaprix e no jean coutu. Geralmente tem menos fila e os atendentes são mais simpáticos, hehe. Na época q eu estive em montreal a pharmaprix aceitava até o pgto no cartao credito. Ah, e falando nela, fiquem de olho nas promoções. Geralmente as promoções de lá são mto boas, com descontos de verdade (nao igual a umas promoções picaretas que a gnt ve em alguns lugares por aki).
Continuem postando suas aventuras canadenses. É sempre gostoso de ler!
Abraços,
Camila

Juliana disse...

Ainda bem que não somos os unicos que pagamos mico!!!! rsrsrs
Realmente Manu aqui tem transito, mas é diferente, ainda não vimos ninguém businando e nem fechando cruzamentos nem nada... é bem diferente!
Ca, obrigada pela dica! Não sabia mesmo que dava pra carregar na farmácia, gostei da ideia! E vou ficar de olho mesmo nas promos... tirando a parte de medicamentos, eu adoro essas farmacinhas... rsrsrs

Flávia disse...

Eles devem estar acostumados com imigrantes, e cá entre nós o povo canadense tbm é mega educado!

Mas que sufoco....